O PASTOREIO DE JESUS

Brota do amor sem medida do Mestre, crucificado e ressuscitado, seu bom pastoreio, ligado à Palavra, ao seguimento e à pertença. Escutar ou ouvir é a primeira forma de conhecimento ligado à Palavra, à semelhança da ovelha que conhece a voz do seu pastor e o segue. Deste modo, Jesus deseja com sua Palavra reunir discípulos e discípulas que são seus: “As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem” (Jo 10, 27).

O pastoreio de Jesus é doador de vida plena e vida eterna. Da morte do Pastor brota a vida das ovelhas, o alimento e a orientação. É o que diz: “Eu dou-lhes a vida eterna, e elas jamais se perderão” (v. 28). Serão protegidas e serão salvas.

Jesus é proprietário de quem se deixa apascentar e apaixonar-se por Ele. Estabelece-se um vínculo de pertença, espécie de aliança de propriedade no amor. “Ninguém vai arrancá-las de minha mão” (v. 28).

Em outro patamar de relacionamento, é o Pai, reconhecidamente Pastor, que dá ao Filho as ovelhas que somos nós. Sendo maior, pois dele tudo provém, Jesus nos assegura que ninguém poderá tirar-nos da mão do Pai (v. 29).

Enfim, a revelação surpreendente do relacionamento em Deus: “Eu e o Pai somos um” (30). De sorte que nós somos ovelhas do Filho e do Pai.

A mensagem do Domingo do Bom Pastor torna ainda mais relevante nossa vivência eclesial como rebanho do Senhor, no único redil, unidos em Cristo e entre nós, e com o Pai de todos.

Neste domingo, A JORNADA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES PRESBITERAIS E RELIGIOSAS ocorre para que os jovens sejam estimulados a ouvir a voz de Jesus e resolvam segui-lo na vida sacerdotal ou religiosa.

Toda a pastoral da Igreja está impregnada da bondade de Jesus que doa a vida, isto é, a si mesmo por nós. Discípulos e discípulas do Mestre são seus seguidores na generosidade da doação da própria existência, aos que vivem perto e aos que moram longe.

O Domingo do Bom Pastor coincide, neste ano, com o DIA DAS MÃES tão homenageadas com Maria, Mãe do Senhor. Ela e nossas mães merecem reconhecimento e gratidão.  Ao Pastor pedimos que as mães sejam conduzidas por Ele, nesta vida e para a eternidade feliz.

Deixe uma resposta