PALAVRA DO PAPA

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 718

Domingo, 07 Maio 2017 17:50

Papa a novos sacerdotes: não sejam clérigos de Estado, mas pastores

Avalie este item
(0 votos)

 Cidade do Vaticano (RV) - “Tragam sempre diante de vocês o exemplo do Bom Pastor que veio não para ser servido mas para servir e para buscar e salvar o que estava perdido”:

foi a exortação do Papa Francisco aos dez novos sacerdotes por ele ordenados na Basílica de São Pedro na missa deste IV Domingo da Páscoa (05/07), também conhecido como do “Bom Pastor”, ocasião em que a Igreja celebra o Dia Mundial de Oração pelas Vocações.

Já no início de sua homilia, na qual apresentou aos novos presbíteros o significado, importância e implicações do novo ministério ao qual foram chamados, Francisco os advertiu que foram eleitos pelo Senhor Jesus não para fazer carreira, mas para desempenhar na Igreja, em nome de Jesus Cristo, o ministério sacerdotal em favor dos homens.

Distribuam a todos a Palavra de Deus que vocês mesmos receberam com alegria. Meditando na lei do Senhor, procurem crer o que ler, ensinar o que crer e viver o que ensinam, frisou o Pontífice, fazendo uma premente exortação:

“O ensino de vocês seja alimento para o povo de Deus, ensino simples, como falava o Senhor, que chega ao coração. Não façam homilias por demais intelectuais e elaboradas: falem simples, falem aos corações. E essa pregação será verdadeiro alimento. E também o perfume de suas vidas seja alegria e sustento aos fiéis, porque a palavra sem o exemplo de vida não serve: é melhor voltar atrás. A vida dupla é uma doença feia na Igreja.”

Tomem, pois, consciência do que fazem, imitem o que realizam. Celebrando o mistério da morte e da ressurreição do Senhor, esforcem-se por fazer morrer em vocês todo o mal e por caminhar na vida nova, continuou o Santo Padre acrescentando ao texto da homilia mais uma admoestação aos novos sacerdotes:

“Um presbítero que talvez tenha estudado tanta teologia e fez um, dois, três doutorados mas não aprendeu a carregar a Cruz de Cristo, não serve. Será um bom acadêmico, um bom professor, mas não um sacerdote.”

Com o Batismo vocês acrescentarão novos fiéis ao Povo de Deus. Com o Sacramento da Penitência perdoarão os pecados em nome de Cristo e da Igreja. “Por favor – disse o Pontífice –, peço-lhes em nome de Cristo e da Igreja que sejam misericordiosos. Sempre. Não coloquem nas costas dos fiéis fardos que não podem carregar nem mesmo vocês. Jesus repreendeu a estes, a estes doutores e os chamou de hipócritas.”

Atendo-se ainda aos vários ofícios do sacerdote no exercício de seu ministério, Francisco ressaltou que uma das tarefas – talvez enfadonha, também dolorosa – é ir encontrar os enfermos. Façam-no, vocês. Sim, tudo bem que façam os leigos, os diáconos, mas não deixem de tocar a carne de Cristo sofredor nos doentes: isso santifica vocês, os aproxima de Cristo.

Realizem, pois, com verdadeira caridade e alegria constante, o ministério de Cristo Sacerdote, não procurando os interesses de vocês, mas sim os de Jesus Cristo, foi a exortação do Pontífice antes de fazer sua última recomendação:

“Sejam alegres, jamais tristes, Alegres. Com a alegria do serviço de Cristo, mesmo em meio aos sofrimentos, às incompreensões, aos pecados. Tenham sempre diante dos olhos o exemplo do Bom Pastor, que não veio para ser servido, mas para servir. Por favor, não sejam senhores, não sejam clérigos de Estado, mas pastores: pastores do povo de Deus.”

Dos dez novos sacerdotes ordenados pelo Papa Francisco na missa da manhã deste domingo, sete são italianos, um mexicano, um peruano e um azerbaidjano. Este domingo do “Bom Pastor” é também o 54º Dia Mundial de Oração pelas Vocações. (RL)

Fonte: http://br.radiovaticana.va/news/2017/05/07/papa_a_novos_sacerdotes_não_clérigos_de_estado_mas_pastores/1310629

Lido 194 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Receba Notícias no E-mail

Cadastre seu e-mail e receba informações da Diocese de Iguatu

A Diocese de Iguatu

A Diocese tem uma dimensão territorial de 29 mil quilômetros quadrados, contento neste território 19 municípios, em sua circunscrição. Com uma população existente de 381 mil habitantes, residente em 67 mil domicílios, sendo destes domicílios 19 mil na zona urbana e 48 mil na zona rural.

Facebook

Search