DIOCESE DE IGUATU
12 de maio de 2018

MOTIVAÇÕES PARA 13 DE MAIO

                                             

  1. Na Solenidade da Ascensão do Senhor, somos duplamente motivados a olhar o céu e a terra. Invés de ficarmos apenas estáticos e extasiados ou maravilhados pela contemplação da subida aos céus, os seres celestes indicam a missão terrestre a ser continuada pela Igreja. Mãos à obra! Trata-se da difusão da mensagem de Jesus, no tempo e no espaço dos povos até que Ele volte. Outro olhar é para a eternidade. Jesus foi preparar-nos um lugar, pois na casa do Pai há muitas moradas (Jo 14, 2). Portanto, a esperança nos assegura que nosso trabalho evangelizador e sócio-caritativo tem valor de eternidade (Mt 25, 31- 46). Assim sendo, a Ascensão nos projeta para a ampla dimensão horizontal (missão universal) e a dimensão vertical (desejo e possibilidade de Deus).
  2. O Dia Mundial das Comunicações Sociais é comemorado no contexto da missão dada na despedida do Ressuscitado: “Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda a criatura” (Mc 16,15). Com a força do Espírito Santo, “eles saíram a pregar por toda a parte, agindo com eles o Senhor, e confirmando a Palavra por meio dos sinais que a acompanhavam” (Mc 15,20). Papa Francisco, seguindo a meta de seus antecessores, dá altas motivações ao jornalismo para que teça a paz. Põe as Comunicações como resultado da capacidade de o Homem expressar e compartilhar o verdadeiro, o bem e o belo. Para ele, a comunicação humana é uma modalidade essencial para viver a comunhão. Indica aos Meios de Comunicação o horizonte humano mais amplo que não é mero entretenimento ou noticiário.

      O Papa adverte contra a má utilização do sistema digital que divulga notícias falsas e não a verdade. Grupos e pessoas não se dão conta dos males que praticam quando veiculam versões, inverdades, mentiras e calúnias.  Entende-se por que o Papa escolheu a palavra do Mestre: “ A verdade vos libertará” (Jo 8,22) para motivar o discernimento entre o fato e a versão, o falso e o verdadeiro. O bom jornalismo averigua. O destinatário discerne. Por isso, o profissional da Comunicação pode contribuir para a paz, no diálogo, mesmo quando expõe os males das guerras, da corrupção e das injustiças.

  1. Nesta feliz ocasião, saúdo os membros da PASCOM e jornalistas e radialistas do Centro Sul do Ceará, sobretudo, de Iguatu.
  2. Comemoram-se as aparições de Nossa Senhora em Fátima, Portugal. A Senhora, vinda dos céus, aborda coisas tanto do céu quanto da terra. Faz-nos olhar nas duas direções. Visa à paz no mundo sempre ameaçada, à conversão da Rússia que espalhava os erros do comunismo, mas também à salvação dos pecadores e nossa santificação. Insiste na oração do rosário, na penitência, na confissão, na comunhão sacramental e na reparação ao seu Imaculado Coração. A devoção à Senhora do Rosário de Fátima espalhou-se no mundo e no Brasil. Inclusive nossa Diocese de Iguatu possui as capelas e comunidades com tal patrocínio. Como não lembrar que visitei algumas durante a novena?!
  3. Coincide igualmente com o Dia das Mães. Elas oram pelos seus filhos e filhas. Que também orem por suas mães, através de preces e louvores. Abraço a todas, especialmente as que sofrem por seus filhos mortos, desaparecidos, encarcerados. Abraço as jovens mães, felizes com seu primeiro rebento. Abraço aquelas que se alegram por um filho padre ou filha religiosa ou por aqueles que se formaram nos estudos ou conseguiram, enfim, um trabalho procurado e esperado.
  4. As mães sempre se alegram pela felicidade dos filhos e filhas. Talvez por isso, “só as mães são felizes”, cantava Cazuza.
  5. Enfim, a saudação e o abraço do bispo a cada mãe em nossa Diocese. É o abraço da Igreja inteira que aqui está e vive. FELIZ DIA DAS MÃES!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *