DIOCESE DE IGUATU
15 de Janeiro de 2018

COMUNICADO SOBRE A DECLARAÇÃO DO DEPUTADO AGENOR NETO A RESPEITO DA TRANSFERÊNCIA DO PADRE GIL

COMUNICADO SOBRE A DECLARAÇÃO DO DEPUTADO ESTADUAL AGENOR NETO A RESPEITO DA TRANSFERÊNCIA DO PADRE GIL

Caríssimos Irmãos e Irmãs,

Tomamos conhecimento de postagem realizada no blog do jornalista, Roberto Moreira, do Diário do Nordeste, datada de hoje – 15/01/2018, que trata da posse do padre Gilberlândio José da Silva – conhecido como ‘padre Gil’ – onde o jornalista afirma que “Agenor Neto trabalhou para que o padre fosse para Iguatu” (sic).

 Em razão do acima exposto, vamos aos esclarecimentos de Dom Edson de Castro Homem, Bispo da Diocese de Iguatu:

1 – Nenhum político, seja de que partido for, tem qualquer ingerência nas decisões da Diocese, as quais são tomadas seguindo os ritos estabelecidos pelas regras da Igreja Católica Apostólica Romana.

2 – O deputado Agenor Neto não tem nenhum pedido encaminhado, nem falado e muito menos escrito, solicitando a transferência do padre Gil.

3 – A transferência do padre Gil deu-se a pedido dele próprio e deveu-se a necessidade da continuidade do tratamento de um problema de saúde e pelas necessidades pastorais da Diocese, posto que, o padre Jaìlson havia sido transferido para  a Paróquia de Aiuaba.

Por fim, pedimos a todos os padres que não permitam que a imagem do sacerdote venha a ser usada para fins políticos e eleitoreiros.

Solicitamos ainda aos candidatos que em respeito ao povo, evitem posturas que envolvam a publicação de inverdades sobre uma instituição milenar.

A Diocese não se calará e ainda exigirá a correção do texto, por parte do jornalista Roberto Moreira, no seu blog o Diário do Nordeste, através de solicitação de Direito de Resposta que será encaminhada pelo nosso departamento jurídico.

 

Pela

DIOCESE DE IGUATU

Assessoria de Imprensa e Comunicação

Luís Sucupira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *